Lágrimas

A infertilidade deu-me um monte de razões para chorar, no entanto não choro. Porquê? Não sei.

As lágrimas ameaçam aparecer, por vezes com a sensação de agonia no peito e com o um aperto na minha garganta. Outras vezes elas chegam às bordas das minhas pálpebras, mas não chegam a cair. Eu não pisco os olhos para que caiam, apenas respiro fundo e as “engulo”.  Mas confesso que às vezes elas seriam bem-vindas para que esta dor saísse do meu peito e se tornasse mais suportável, é apenas necessidade de libertar estas emoções.

Elas vêm em momentos inesperados com rumo incerto, mas nunca as deixo cair dos meus olhos e correr pelo meu rosto. Talvez elas estejam à espera do dia em que possam finalmente ser lágrimas de felicidade!

olho chorando

Seja em momentos de tristeza ou em momentos de felicidade, as lágrimas são as últimas palavras quando o coração perde a voz!

Anúncios

Um pensamento sobre “Lágrimas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s