ICSI#2

Em meados de Outubro demos início à ICSI#2. Desta vez optamos  por manter o tratamento apenas entre nós e não criar grandes expectativas. O que tivesse de ser seria.

Iniciei o novo ciclo a 11 de Outubro, sendo este o CD1. Como na ICSI#1, em Agosto passado, (ver aqui, aqui, aqui e aqui ou a nossa caminhada), iniciei as picas no CD5 (puregon 150 e orgalutran). Seguiram-se 9 dias de picas e muitos folículos a crescer. Confesso que me sentia melhor que no tratamento anterior. Talvez fosse de não estar tão nervosa. Não sei. Dei a pica de HCG (ovitrelle), o “trigger shot”, no dia 23/10 à noite, e fiz a punção no dia 25 às 9:45 da manhã, excatamente 35h após a última pica. A punção correu bem, senti alguma dor durante o procedimento, mas as doses de morfina ajudaram. Quando terminou fui para outro quarto, onde pude deitar-me, mas sentia-me bem. Aliás, nada comparado com as imensas dores que senti após a punção do primeiro tratamento. Nada mesmo. Sentia-me perfeitamente bem, embora a minha tensão arterial estivesse um pouco alta.

Entretanto, já farta do repouso, 1h depois e muitas indicações da enfermeira, frisando muitas vezes a palavra hiperestimulação, indicavam que algo não estava bem. Pois bem, quando finalmente recebemos o resultado da punção, o médico informou-nos que tinham sido retirados 29 ovócitos, 29!!!!! (Lembrem-se que na punção anterior foram apenas 9). Foi então que me apercebi a razão de todas aquelas indicações da enfermeira. O médico referiu que durante a punção algum fluído já foi detectado no abdómen e que corria risco de hiperestimular. Mandou-me regresssar na 3f  seguinte, dia 28, de manhã cedo (dia em que a transferência de embrião seria feita) para efectuar uma análise ao sangue e fazer uma ecografia. Chegou 3f e na consulta o médico informou-nos de que 14 ovócitos foram fecundados e que 12 evoluíram, e que havia um excelente para ser transferido, se possível, naquele mesmo dia. No entanto, a análise ao sangue indicava que estava tudo bem, mas a ecografia mostrava que os meus ovários estavam extretamente dilatados com tamanhos a rondar os 10 cm (de lembrar que o tamanho normal de um ovário ronda os 3 cm) e bastante fluido na zona abdominal. Pois bem, a transferência daquele tesourinho foi cancelada de modo a deixar o corpo recuperar e a evitar problemas de maior. Mandaram-me para casa e mais uma vez com imensas indicações: pesar-me duas vezes por dia, verificar o perímetro abdonimal, beber muita água, proteína e muito muito repouso, e em último caso medicação.

No dia 31/10, o médico telefonou-me a informar que (apenas) 6 embriõezinhos foram criopreservados. Quando o meu corpo recuperar então falaremos na possível transferência de um embrião congelado (TEC), e acreditar no nosso tesourinho. 🙂

E pronto, foi esta a nossa saga do mês de Outubro. Ainda não foi desta.

IMG_3996.JPG

Anúncios

2 pensamentos sobre “ICSI#2

  1. Pingback: Hiperestimulação | VIDINHA Mia Tua Nossa

  2. Pingback: Dia de consulta | VIDINHA Mia Tua Nossa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s