A Nossa Caminhada

  • Maio 2003 – Conheci o Nuno no casamento da minha amiga Sofia. Afinal ele era o irmão da noiva. 🙂
  • Julho 2003 – Começamos o nosso namoro, que teve altos e baixos, acabamos e recomeçamos, acabamos e recomeçamos…
  • Dezembro 2010 – Sabiamos que o nosso futuro passaria por estarmos juntos, e demos uma nova oportunidade e provar isso mesmo. Sabem aquela sensação de que por mais paixões arrebatadoras que tenham , “aquela pessoa” é a única que além da paixão transmite o essencial, AMOR?  “Aquela pessoa” é a única com quem se imaginam a partilhar uma vida inteira, sabendo que por mais difícil que a vida se torne, ultrpassarão as adversidades juntos? Pois isso foi o que sempre sentimos um em relação ao outro.
  • Março 2011 – Falamos pela primeira vez em casamento.
  • Abril 2011 – Anunciamos aos nossos pais a nossa decisão, mas ainda sem data planeada.
  • Dezembro 2011 – Anunciamos a data do casamento e começamos a entregar convites.
  • Junho 2012 – O Nuno mudou-se para a Holanda comigo. Pois é até essa altura mantinhamos uma relação à distância, eu estava na Holanda desde Janeiro de 2010 e o Nuno em Portugal. Não foi fácil, mas sabiamos o que queríamos e lutamos por isso.
  • 18 Agosto 2012 – O grande dia C. O nosso casamento e dia do aniversário da noiva “ME!!!”! Achávamos que ainda era cedo para constituir família dada a nossa instabilidade financeira, profissional e estarmos longe do apoio dos nossos pais e irmãos…
  • Dezembro 2012 – Depois de uma viagem a Portugal e em conversa com o meu Médico de Família que me conhece e  acompanha desde que nasci, ficou plantado o bichinho do assunto constituir família e pensar em ter filhotes.
  • Janeiro 2013 – Novo ano, vida nova! Decidimos não adiar mais, pois o “momento certo” que tanto ansiamos para organizar a nossa vida pode nunca chegar e temos de viver o presente e parar de nos preocupar com o futuro e decidimos começar a tentar.
  • 14 Fevereiro 2013 – Depois de 10 anos, tomei a minha última pílula.
  • Fevereiro 2013 a Setembro 2013 – Mês após mês, ciclo após ciclo sem sorte alguma. Sentiamo-nos frustrados, mas certos de que algo estaria errado.
  • Setembro 2013 – Apesar de terem passado apenas 7 meses desde o inínio das nossas tentativas, dada a existência de algum histórico familiar com SOP e abortos espontâneos e até mesmo dificuldade em engravidar, resolvi visitar o médico de família (na Holanda), que me encaminhou para a Ginecologia do Hospital Reinier de Graaf, em Delft. Lá com a GO, após alguns exames/ecos que indicavam a existência de cistos, rapidamente me encaminhou (e ao Nuno) para a secção de infertilidade para uma melhor avaliação.
  • Outubro 2013 – Primeira consulta de infertilidade na clinica IVF-Voorburg pertencente ao Hospital Reinier de Graaf ( IVF, Reinier de Graaf Groep locatie Diaconessenhuis Voorburg) para criar um plano. A GO recomendou fazer testes de infertilidade. Eu fiz análises ao sangue e ecos que indiciaram o SOP (Síndrome de Ovários Policisticos) e o Nuno fez espermograma que se revelou mau (1-3% espermatozoides progressivos e >91% imóveis). A GO recomendou repetir o espermograma.
  • Novembro 2013 – Novo espermograma do Nuno revelou-se igual (até ligeiramente pior). A GO encaminhou o Nuno para um urologista.
  • Dezembro 2013 – No urologista o Nuno fez análises hormonais e ecografia testicular que revelou tudo normal e ausência de varicocelos.
  • Janeiro 2014 – Um ano passou desde a tomada da nossa decisão. Estamos frustrados e ansiosos. Médico urologista e GO reencaminham-nos para o EMC Erasmus Hospital Roterdão, para o Nuno ser visto por um médico andrologista especialista em infertilidade masculina.
  • Fevereiro 2014 –  Primeira consulta com o “famoso” andrologista que recomendou novo espermograma antes de partir para outras técnicas cirúrgicas de extracção de espermatozóides (TESE, TESA, MESA). Novo espermograma afinal não era assim tão mau e apresentava espermatozóides viáveis para fazer FIV/ICSI. O Nuno sentiu-se de novo o “Macho Man”. E fez 1 ano que começamos esta luta para termos o nosso filhote!
  • Março 2014 – A batata quente passou então de novo para o meu lado e a nova GO pediu para repetir todos os exames feitos na clinica anterior (analises ao sangue, incluindo análises hormonais e ecos). Comecei também a seguir consultas de osteopatia. E criei este blog.
  • Abril 2014 – Exame detalhado chamado COLA-screening que inclui analises sanguineas, hormonais, ecos e histórico familiar feminino. Ver post aqui e  aqui.
  • Junho 2014 –  6/6/2014 Resultados do cola-screening. Notícia: encaminhados para a equipa médica FIV/ICSI. Luz verde!
  • Julho 2014 – 7/7/2014. FIV/ICSI Noite de sessão de informação. 29/7/2014 – A chamada “Intake Appointment” com a GO e enfermeira para falar da medicação e como administrar. E logo logo estaremos a começar o tratamento. Quem esperou este tempo todo também espera mais 1 ou 2 mesitos. 🙂

 

No futuro podem ir acompanhando o progresso d’ A Nossa Caminhada, bastando clicar na barra superior da página inicial, como indica na imagem.

header

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s