Quando é que a nossa vida está completa?

Diz a sabedoria popular que na vida completamos a nossa missão ao plantar uma árvore, escrever um livro e criar um filho.

E como não sou diferente de ninguém, sim, eu também quero uma vida completa, e o que percebo é que ainda tenho muitas árvores para plantar, muitos livros para escrever e “muitos” filhos para conceber, gerar e criar.

Hoje em dia, regra geral, plantar uma árvore, escrever um livro e ter um filho parece não requer nenhuma habilidade especial.

Podem dizer que plantar uma árvore é de longe a mais fácil das tarefas, que até o passarinho faz. Não é só plantar e regar! Primeiramente é preciso encontrar um solo fértil e ter uma boa semente. Tarefa que exige cuidados diários para que ela possa crescer linda, saudável, e dar bons frutos. No entanto, dada a importância da acção e seja uma tarefa fácil ou não, todos deveríamos plantar uma árvore no meio da intensa discussão sobre sobrevivência do meio ambiente.

tree1 images (1)

 Escrever um livro pode parecer fácil, no entanto, não se trata apenas de fazer uma bela combinação de palavras. É importante haver contexto, fazer sentido, transmitir uma mensagem que possa minimamente acrescentar algo a quem a lê. Como tal, não é que seja das tarefas mais fáceis, mas seria um bom começo partilharmos o nosso dia ao chegar a casa ou quando reunidos à mesa durante o jantar. Pois não seriam os apenas os registos que mais tarde são esquecidos no nosso diário ou mesmo no Facebook, mas sim, seriam momentos inesquecíveis, momentos em que sentimos que a partilha caminha lado a lado com a união e o amor.

download (1)

E ter um filho? A verdade é que nem plantar uma árvore, nem escrever um livro. Não há nenhum outro projecto que nos fará sentir mais realizados, que não seja, ser mãe, ser pai… sermos pais. Um filho nao é só 50% dos genes do pai e 50% dos genes da mãe, representa muito mais do que isso. Um filho é a continuação de nós, um pedaço de ambos, fruto do imenso amor entre duas pessoas.

il_fullxfull.202182997

Reflectindo um pouco e olhando para a fila de uma farmácia, quantas pessoas compram preservativos, pílulas, diafragmas e etc? E depois pensemos em quantas dessas pessoas compram medicação para tratamentos de (in)fertilidade.

Convenhamos que manter uma vida sexual activa e garantir que não estão a conceber um herdeiro é para muitos a tarefa mais difícil das três. São bilhões de espermatozoides a tentar dar vida e têm de se certificar que absolutamente nenhum vai conseguir cumprir essa sua missão.

Mas eis que chega então o momento em que enquanto casal, desejamos ter um filho, ser pais!! É incrível que, até que chegue a hora em que decidimos tentar engravidar, nunca nos passa pela cabeça que possamos ter qualquer problema, por mais simples que seja. Passamos anos e anos a tentar evitar uma gravidez para que a possamos planear no momento certo, e depois encontramos todo o tipo de obstáculos. Damos tudo por garantido e achamos que é fácil, quando na realidade engravidar é um milagre da nossa própria natureza.

making-the-decision-have-child-momentous-decide-forever-your-philosophy-1347057115

 Ao longo da nossa vida plantamos sementes na vida uns dos outros, colhemos frutos das nossas próprias atitudes, decisões e relações. Temos o poder de mudar a história de alguém com pequenos gestos de amor e carinho, com pequenas doces ou amargas palavras como quem escreve um livro. Temos o poder de mudar a nossa história. Idealizamos e damos vida a muitos dos nossos próprios sonhos e criamos projectos, sejam eles individualmente ou a dois. Mas e então sermos capazes de conceber e gerar a luz da nossa vida?

whether-or-not-to-have-kids

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s